Reportagem: Brunella Nunes

Na hora de pegar a estrada, sempre temos que colocar no planejamento o custo da gasolina, o que encarece a viagem. Mas já imaginou se você pudesse cruzar o país com apenas R$ 5?

Um carro elétrico feito no Brasil aponta para essa possibilidade. Elaborado por alunos da USP de São Carlos, o Venturo acelera rumo ao futuro e à sustentabilidade.

O protótipo saiu das mãos de uma oficina que há 10 anos pesquisa e constrói veículos de alta eficiência energética, caracterizados por serem pequenos e capazes de percorrer muitos quilômetros gastando o mínimo de energia possível.

Em 2013, chegaram a bater o recorde nacional com o projeto do Faísca, apresentado em uma maratona.

Segundo a equipe da EESCuderia Mileage, formada por 34 estudantes da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), em sua maioria, o novo modelo elétrico de 24 kg poderia cruzar de Norte a Sul do Brasil com pouquíssimo recurso e consegue ser adaptado para uso nas ruas das cidades, seguindo as normas de trânsito.

No momento em que é construído, segue os moldes das competições, o que justifica seu formato monocoque, uma estrutura única que integra o piloto, resultando no alcance de maior velocidade e eficiência energética.

Assim, é capaz de rodar durante uma hora e meia com uma velocidade média de 40 km/h. Para recarregá-lo, basta encontrar uma tomada 110 ou 220 volts. Prático, não?

Vale na sua vida

Sabia que os carros elétricos são movidos a bateria de níquel? A Vale é a maior produtora do minério, que é um dos metais mais versáteis do mundo.

Boa parte da produção é destinada para galvanização e baterias. Com aumento da produção de veículos movidos a energia, o níquel é cada vez mais procurado e se torna uma peça essencial ao redor do mundo.

Texto publicado originalmente no site Razões para Acreditar.

RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Revista Ecos da Paz
Viver em harmonia é possível quando abrimos o coração e a mente para empatia e o amor.