O dicionário Priberam online define a palavra Holocausto como: [ RELIGIÃO] Sacrifício em que a vítima era consumida pelo fogo. [RELIGIÃO] Vítima oferecida em sacrifício [RELIGIÃO] Sacrifício; Imolação; expiação [HISTÓRIA] Homicídio metódico de grande número de pessoas, especialmente judeus e outras minorias étnicas na Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial. 

Ok… mas se você descobrisse que esse homicídio metódico de grande número de pessoas não foi exclusividade da Alemanha nazista mas aconteceu em Barbacena-MG durante mais de 10 anos nos nossos anos de chumbo, você acharia isso exagero? Ou talvez você ache que isso seja uma inverdade, um delírio comunista ?

Holocausto3 1 - O Brasil também teve Holocausto
Doentes mentais em condições sub-humanas. Acervo do Cedope/HCS de 1970.

A jornalista Daniela Arbex publicou o livro Holocausto Brasileiro, em 2013, que trata do Hospital Colônia localizado em Barbacena-MG responsável por reproduzir uma política higienista durante o período da ditadura militar e que viu uma forma lucrativa com a morte de pacientes, vendendo seus cadáveres para instituições de pesquisa ou derretendo-os em ácido para a comercialização dos ossos. 

A arte imita a vida 

O documentário de mesmo nome está disponível pela HBO ou no youtube, grátis desde 2018, o livro inspirou também a série “Colônia” disponível na Globoplay. É emocionante, impactante assim como esclarecedor, ali vemos a formação de nossa necro política. As entrevistas mostram um ser humano capaz de atrocidades e ao mesmo tempo acha que está praticando o bem. É o caso das pessoas que trabalhavam no local mesmo sem a devida qualificação para cuidar dos pacientes.

O objetivo inicial não era ser campo de concentração mas os excluídos e indesejáveis precisavam ser eliminados da vista da sociedade; conforme a falta de investimento do poder público em saúde pública esses isolamentos e maus-tratos eram constantes até a mudança na política do tratamento de saúde mental.

Tudo muda…será?

As diretorias e ex-funcionários negam a existência dos abusos e maus-tratos quando trabalhavam por lá, quem conhece essas instituições de perto não consegue ver nada de bom em Manicômios, mesmo os modernos, com uma nova cara, poucos deles realmente conseguem dar uma vida digna aos seus pacientes. 

Barbacena-MG é uma cidade com famílias ricas, com grandes posses, talvez excluir pretos e pobres assim como os brancos doentes, problemáticos, aqueles que ninguém quer perto, os “doidinhos de bairro”, expressão muito usada  pelos jornalistas Helder Maldonado e Marco Bezzi no canal Galãs Feios no youtube, seja parte da política higienista que existe em nosso país praticado pela maioria das elites brasileiras.  

O documentário explica que atualmente os profissionais do local trabalham com a ressocialização, um enorme avanço ante tanto horror praticado. Mesmo que a conduta tenha mudado o local inspirou o título do documentário, e nada mais brasileiro que um Holocausto. Vocês não acham?     

Foto capa: Jornal Estado de Minas

RECOMENDAMOS






Viver em harmonia é possível quando abrimos o coração e a mente para empatia e o amor.