Em 2011 o artista austríaco Bartholomäus Traubeck concebeu uma vitrola capaz de tocar discos obtidos diretamente dos troncos das árvores. Ele usou carvalho, pinheiro e nogueira, entre outras originárias da Áustria e cada um tem um som específico.

O tronco cortado tem uma série de sulcos que lembram as faixas de um disco de vinil. Assim como as faixas contém dados (música), os sulcos também têm informações. É através deles que se descobre a idade de uma árvore e o ambiente no qual está inserida.

Este método científico se chama dendrocronologia.

Traubeck criou uma vitrola com um leitor ótico que traduz estes sulcos em notas para piano resultando numa sonoridade exclusiva.

Se desde sempre identificamos os tipos de madeira pela sua cor, textura e resistência, agora podemos ouvi-las. 

O experimento resultou no disco “Years” (anos em português). Abaixo está o link do site do artista para ouvir estas maravilhas da natureza.

https://traubeck.bandcamp.com/album/years

Fonte: Revista Bons Fluídos

COMENTÁRIOS




Revista Ecos da Paz
Viver em harmonia é possível quando abrimos o coração e a mente para empatia e o amor.