Óleos essenciais e essências são a base da Aromaterapia. Esta prática se baseia em princípios holísticos, tratando a pessoa como um todo e não de um conjunto de sintomas.

Através da inalação podemos tratar os problemas mentais e emocionais e com a massagem usando os óleos vegetais tratamos os problemas físicos.

O olfato é um dos nossos sentidos mais poderosos, o cheiro tem uma forte ligação com as lembranças. Quem nunca sentiu o aroma de um bolo saindo do forno e não lembrou de alguma cena de família, infância?

Os cheiros também influenciam no nosso emocional e saúde física. Basta cheirar um punhado de folhas de manjericão ou cascas de tangerina para estimular o ânimo.

Parafraseando o autor do livro “O Perfume”, Patrick Susskind: ” O perfume é parente da respiração. Junto com ela, penetra nos homens, que dele não pode se defender, a menos que não queiram viver. E o perfume entra no nosso âmago, vai diretamente ao coração e escolhe para sempre entre afeição e desprezo, repulsa e atração, amor e ódio, Aquele que dominar os perfumes, dominará o coração dos homens.”

Características dos óleos essenciais:

Os óleos essenciais são líquidos em geral , embora alguns (como o de benjoin e rosa attar) sejam semissólidos. Apesar do nome, não são oleosos.

São substâncias voláteis, com diferentes graus de evaporação e inflamáveis. Por conseguinte, devem ser sempre armazenados em um local fresco e mantidos longe do fogo.

São solúveis no óleo e no álcool, embora formem apenas uma suspensão na água. São muito potentes quando não diluídos. Contudo, a prática é diluir em um óleo carreador (óleo base – exemplo: óleo de amêndoa) ou gordura.

Diferença entre óleos essenciais e essências

As essências geralmente vendidas no mercado são sintéticas e por esse motivo possuem um preço bem mais barato que de um óleo essencial. Para se ter uma noção, para se produzir 1 kg de óleo essencial de eucalipto são necessários 50 kg de folhas e ramos, enquanto para produzir a mesma quantidade de óleo essencial de rosas são necessárias 5 toneladas de pétalas.

A essência também não possui propriedade terapêutica. Muitas vezes utilizadas em perfumes e velas, liberam apenas um aroma agradável sem todos os benefícios aromáticos dos óleos essenciais, por esse motivo, são usadas exclusivamente na perfumaria.

Dica importante: O óleo essencial é SEMPRE vendido em um frasco de vidro na cor âmbar, para não perder suas propriedades terapêuticas.

Uma terapia das mais antigas

Os óleos aromáticos eram usados pelos egípcios, gregos e romanos. Os alambiques onde se destilavam as substâncias voláteis eram usados desde 400 a.c . Por aqui na América pré-colombiana a terapia também era usada. Os pequenos lagos de água quente eram cobertos com flores e ervas perfumadas. O ar quente e perfumado tinha um efeito estimulante na circulação e metabolismo do corpo.

No mundo ocidental, à medida que a profissão médica tornou-se mais interessada em medicamentos alternativos, começaram a surgir indícios de que a aromaterapia funciona. Como resultado, os benefícios hoje são amplamente reconhecidos, e a aromaterapia tem sido levada mais à sério.

Desde o início dos anos 80, pesquisadores da Warwick University, no Reino Unido, vêm estudando o olfato e a influência dos óleos essenciais quando inalados. Eles podem ser eficazes não apenas fisiologicamente, quando atuam sobre um problema físico efetivo, como também psicologicamente, quando atuam por meio do sentido olfato e do efeito que este exerce sobre a mente.

Os óleos essenciais usados na aromaterapia são escolhidos para melhorar o bem-estar físico e emocional. A aromaterapia também é popular nos tratamentos de beleza, onde os óleos essenciais são usados nos produtos para a pele e cuidado com o corpo, e nas massagens.

Atuação dos óleos essenciais:

Os óleos essenciais de flores agem no plano espiritual e são usados para tratar a letargia e a falta de interesse. Os de folhas como verbena, citronela e eucalipto atuam no metabolismo para equilibrar e tonificar. Já os óleos feitos a partir das raízes e cascas atuam nas membranas mucosas e são usados para tratar os males persistentes.

Existem várias formas de usá-los:

– Pode colocar alguns óleos numa panela com água fervente e inalar os vapores.
– Colocar numa banheira para relaxar, cuidar da pele ou tratar de uma doença dermatológica.
– A melhor maneira é usando um difusor aromático feito especialmente para volatizar os óleos.

Vamos à farmácia !

Lavanda. benefícios e propriedades terapêuticas - Aromaterapia: 7 óleos essenciais para se ter em casa
Lavanda: muitas propriedades terapêuticas, imprescindível. Foto: Pixabay

1- Lavanda (Lavandula angustifolia)

O óleo essencial de lavanda é muito versátil e considerado eficaz no tratamento de mais de 70 problemas de saúde, um verdadeiro coringa. É considerado um ótimo anti-depressivo, pois promove equilíbrio e é calmante. Muito eficaz também no tratamento de problema de pele como acne, furúnculos, herpes labial e queimaduras do sol, devido ao seu poder cicatrizante. No sistema respiratório, ele atua como antiespamódico, relaxando a respiração.

Pode ser usado diretamente na pele, pois não é tóxico nem irritante, mas não deve ser usado em mulheres grávidas durante o primeiro trimestre da gravidez.

Ótimo se usado em difusores para “acalmar” o ambiente.

pine 696083 640 - Aromaterapia: 7 óleos essenciais para se ter em casa
Tee Tree: atua contra bactérias, vírus e fungos. Foto: Pixabay

2- Melaleuca/Tea Tree (Melaleuca alternifolia)

A melaleuca é um arbusto originário da Austrália que os aborígenes há muito utilizam por suas qualidades antissépticas. É o mais “medicinal” dos óleos essenciais e é muito eficaz para primeiros socorros genéricos. Eu sempre levo na bolsa, principalmente em viagens. Ele também é exclusivo entre os óleos essenciais, já que foi constatado que é ativo contra as 3 categorias de organismos infecciosos: as bactérias, os vírus e os fungos. Pode ser utilizado direto na pele para tratamento da acne (com moderação), e na massagem aromaterapêutica é um ótimo estimulante do sistema imunológico. Muito bom para o tratamento contra asma, bronquite e sinusite, podendo ser utilizado em um vaporizador.

0003996 mudas de oleo de copaiba - Aromaterapia: 7 óleos essenciais para se ter em casa
Copaíba: antibiótico e anti-inflamatório natural muito usado. Foto: Núcleo orgânico

3- Copaíba (Copaifera officinalis resin)

A copaíba é uma árvore encontrada na Amazônia e seu óleo é utilizado há muito tempo pelos índios. A copaíba têm sido descrita com o verdadeiro “milagre da floresta”, com propriedades excelentes, das quais podemos destacar sua ação como: Antibiótico e anti-inflamatório natural, poderoso antimicótico, excelente depurativo do sangue, normaliza das funções intestinais, desintoxica o organismo e combate infecções urinárias e pulmonares. Pode ser diluído em um óleo carreador e utilizado em massagem em áreas inflamadas e machucadas.

lemon 4029486 640 - Aromaterapia: 7 óleos essenciais para se ter em casa
Limão: combate a infecções respiratórias e melhora o ânimo. Foto: Pixabay

4- Limão (Citrus limon)

O óleo essencial de limão é amplamente utilizados para vários problemas infecciosos devido suas propriedades antissépticas, bactericidas e cicatrizantes. É muito utilizado no tratamento para peles e cabelos oleosos, pois é adstringente. Bom para o tratamento de varizes e para baixar a pressão alta, além de ser muito utilizado no combate a infecções respiratórias como asma, bronquite e dor de garganta. No sistema nervoso atua ajudando a melhorar a concentração e a disposição de ânimo.

O óleo essencial do limão é fototóxico, de modo que não deve ser utilizado quando haverá exposição da pele ao sol.

ylang ylang flower 1118057 640 - Aromaterapia: 7 óleos essenciais para se ter em casa
Ylang-Ylang: usada desde a época vitoriana. Foto: Pixabay

5- Ylang-Ylang (Cananga odorata)

O ylang ylang é uma árvore tropical alta encontrada na Indonésia, Filipinas e Madagascar, era utilizado na época vitoriana como um tratamento para o cabelo e para aliviar picadas de inseto. Na Indonésia, as flores são espalhadas nas camas dos recém-casados na noite de núpcias porque são consideradas afrodisíacas.

O óleo essencial de ylang ylang tem um aroma floral e doce, porém não é enjoativo. Pode ser usado no difusor, pois tem propriedades relaxantes. É muito utilizado no cabelo e na pele, pois regula a oleosidade e dá brilho.

rosemary 1409060 640 - Aromaterapia: 7 óleos essenciais para se ter em casa
Alecrim: além do uso culinário, aumenta a concentração e clareia os pensamentos. Foto: Pixabay

6 – Alecrim ( Rosmarinus officinalis)

Este óleo tem propriedades anti-séptica, é antiespasmódico, estimulnte, atua o sistema circulatório, é diurético, descongestionante e expectorante. Serve para drenagem linfática, pode ser usado em casos de pressão baixa, dores musculares, reumatismo e resfriado. É bom para aumentar a concentração, memória fraca e clareia os pensamentos.

citronela - Aromaterapia: 7 óleos essenciais para se ter em casa
Citronela: ótimo repelente de insetos. Foto: Núcleo Orgânico

7 – Citronela ( Cymbopogon nardus)

Tem propriedades anti-sépticas bem potentes. Pode ser usado em casos de dores em geral, é um poderoso desodorizantes, estimulante, mata os fungos, é antibactericida e um excelente repelente de insetos.

Fonte: site Energia da Natureza e “Livro da Aromaterapia”, Jeanne Rose – Editora Campus, 1992

RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Revista Ecos da Paz
Viver em harmonia é possível quando abrimos o coração e a mente para empatia e o amor.