Comprar óculos de grau ou de sol em feiras e camelôs, o uso indiscriminado de colírios e ficar horas a fios diante de um monitor de computador sem pausas frequentes  não são práticas saudáveis para com nossos olhos.

Após os 40 anos, muitas pessoas adquirem a famosa vista cansada, então, nada melhor que fazer visitas periódicas ao oftalmologista.

Alimentação: uma poderosa aliada

Radicais livres e a exposição aos raios UV (ultra violeta), produção excessiva de fluídos nos olhos são fatores que podem provocar catarata e glaucoma, as doenças mais comuns. E ter uma alimentação rica em betacaroteno ajuda bastante na prevenção destas doenças.

Os antioxidantes presentes em alimentos como couve, espinafre e brócolis, ajudam a proteger a visão. Além disso, esses alimentos também são ótimas fontes de carotenoides, que são substâncias que ajudam na saúde dos olhos.

“Cenoura faz bem para os olhos!” já se tornou um bordão clássico das mães brasileiras diante das birras das crianças, contudo existem outros alimentos alaranjados como mamão e abóbora que também ajudam a retardar o aparecimento da catarata e do glaucoma.

Os peixes, em especial os que contém ômega 3 como salmão, atum, sardinha e truta são campeões para saúde dos olhos, pois contém também minerais e vitaminas como A, B, D e E.

Cebola e alho têm relação direta com o sistema circulatório. São fontes de vitaminas B e C, cálcio e fósforo. Além disso, ajudam a diminuir a pressão arterial, o que ajuda indiretamente o surgimento de doenças oculares como o glaucoma.

Apesar das controvérsias em relação aos ovos, existem estudos que comprovam que o consumo de ovos pode ajudar a minimizar as chances da degeneração macular, que é uma doença da retina e pode até causar a perda da visão se não for diagnosticada e bem tratada.

Uma dieta rica em óleos de linhaça e azeite evitam a síndrome do olho seco e degeneração macular. Eles são alimentos que fazem bem para a vista e são fontes de ômega 3 e vitamina E.

Palming, uma técnica simples e relaxante

O Palming é um exercício da yoga que proporciona descanso da visão. É conhecido como uma das melhores formas de relaxar o nervo óptico. Algumas pessoas alcançam o nível de relaxamento imediatamente, outras podem demorar alguns minutos.

O uso ininterrupto do computador ou da televisão pode causar coceira, cansaço, lacrimejamento e dificuldade para focalizar imagens. A visão é regulada por um músculo. Se a pessoa fica muito tempo usando a visão de perto ele fica trabalhando, contraído. Por isso, o recomendado é ter intervalos de uma em uma hora para descansar os olhos, além de manter uma distância de, pelo menos, 50 cm do monitor”.

Sugerimos que o exercício seja realizado ao acordar e antes de dormir. Para quem fica muito tempo em frente ao computador, pode fazer o exercício durante o dia e quantas vezes forem necessárias.

Vamos à prática do palming!

Posicione-se de uma forma confortável.

  • Esfregue as mãos para aquecê-las.aid881847 v4 900px Do Palming Properly Step 1 Version 4 - Alimentos e uma técnica que ajudam a cuidar da saúde dos nossos olhos
  • Feche os olhos e os cubra com a palma das mãos, que devem estar em formato de concha.

aid881847 v4 900px Do Palming Properly Step 2 Version 4 - Alimentos e uma técnica que ajudam a cuidar da saúde dos nossos olhos

  • Fique nesta posição de 3 a 5 minutos, evitando a entrada de luz nos olhos.
  • Respire calmamente
  • Importante: não esfregue ou faça pressão nos olhos

Fontes: Hospital dos Olhos

RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS




Revista Ecos da Paz
Viver em harmonia é possível quando abrimos o coração e a mente para empatia e o amor.